Índice Futuro: Análise do Curto Prazo 20/07/15

ÍNDICE FUTURO – GRÁFICO DE 60min
  • Repare que o índice futuro encontra-se abaixo da sobrevenda do 60min. Isso tende a provocar alguma alta no curto prazo ou pelo menos lateralização para que o mercado saia dessa condição desconfortável.
Figura 1 – Índice Futuro (gráfico de 60min). Sobrevenda.

Figura 1 – Índice Futuro (gráfico de 60min). Sobrevenda.

 

 

ÍNDICE FUTURO – GRÁFICO DE 15min (parte 1)
  • Exatamente nessa área de sobrevenda vista na Figura 1 o mercado está alcançando um suporte importante e ao mesmo tempo produzindo um padrão de reversão. Vejamos.
  • Há um ABCD em desenvolvimento e já praticamente sendo completado. Seu alvo extendido que fica em 52.485 é também uma concordância e quase foi atingido.
  • Na área da concordância também temos S1M em 52.400. Isso adiciona suporte a essa região.
  • O mercado está produzindo uma possível cunha descendente (um padrão altista) exatamente na região da concordância, de S1M e da sobrevenda do 60min. Perceba que a cunha é acompanhada de divergência de alta.
  • Tudo isso indica que o índice futuro deve produzir alguma alta no curto prazo em respeito a todos os suportes discutidos até aqui. Para isso o mercado precisa romper a cunha para cima.
  • Antes de fazer algum movimento de alta o mercado pode alcançar a área de 52.530 – 52.400 para completar o ABCD e testar S1M.
  • A perda sustentada de 52.530 – 52.400 seria um sinal baixista, especialmente se a cunha for rompida para baixo, mostrando que a baixa deve acelerar. Isso indicaria fraqueza no mercado e corroboraria para a continuação do movimento de baixa no médio prazo.
Figura 2 – Índice Futuro (gráfico de 15min). Região de suporte.

Figura 2 – Índice Futuro (gráfico de 15min). Região de suporte.

 

 

ÍNDICE FUTURO – GRÁFICO DE 15min (parte 2)
  • Caso realmente ocorra alguma alta em respeito aos suportes discutidos na Figura 1 e na Figura 2 podemos ver abaixo as principais resistências que o mercado encontrará.
  • A principal delas fica em 52.950 – 53.050. Essa área compreende PD, PS e a resistência de três oitavos do último movimento de baixa.
  • Essa região de 52.950 – 53.050 tende a ser o provável próximo alvo do mercado no curto prazo.
  • O rompimento sustentado acima de 52.950 – 53.050 seria um primeiro sinal de alerta indicativo de que o mercado está ganhando força.
Figura 3 – Índice Futuro (gráfico de 15min). Principais resistências.

Figura 3 – Índice Futuro (gráfico de 15min). Principais resistências.

 

 

ÍNDICE FUTURO – CONCLUSÃO DO CURTO PRAZO
  • O mercado encontra-se muito próximo a estruturas de suporte e isso tende a produzir alguma alta no curto prazo em respeito a esses elementos.
  • A principal resistência e também provável alvo do curto prazo tende a ser a região de 52.950 – 53.050.
  • Uma ligeira queda até a zona de 52.530 – 52.400 pode (e deve) acontecer antes de haver alguma alta a fim de que o mercado efetivamente toque alvos ainda não testados.
  • A perda sustentada da área de 52.530 – 52.400 indicaria fraqueza no mercado e provavelmente ocasionaria aceleração para baixo. Isso corroboraria com a continuação da baixa no médio prazo.
  • O rompimento sustentado acima de 52.950 – 53.050 seria um primeiro sinal de alerta indicativo de que o mercado está ganhando força.

 

 

Para saber se essa análise permanece válida na data atual consulte o nosso Quadro de Análises Válidas.

Consulte informações sobre o Índice Futuro e outros contratos futuros na página oficial da BM&FBovespa.

 

Compartilhe essa postagem:

Facebooktwitterredditlinkedinmail

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 + 18 =