Índice Futuro: Análise do Médio Prazo 20/07/15

ÍNDICE FUTURO – GRÁFICO DIÁRIO (parte 1)
  • O índice futuro parece seguir fazendo o ABCD para baixo que foi discutido na última análise do médio prazo. A única diferença é que o mercado parece ter escolhido um ponto de reação abaixo do que foi sugerido, tornando o ABCD mais ágil.
  • Veja que o índice futuro vem produzindo um canal de baixa.
  • Perceba que o mercado atingiu precisamente o alvo minoritário do ABCD, quase alcançando a área que sugerimos. A área que sugerimos não foi precisamente alcançada pois como já falado acima o mercado parece ter escolhido um ponto de reação um pouco mais abaixo. Após alguma retração o mercado volta a acelerar para baixo.
  • Sendo assim, provavelmente o próximo destino do mercado será na área de 49.700 – 49.500, que compreende o alvo principal do ABCD + S1Q + borda inferior do canal de baixa. Essa zona tende a ser um forte suporte caso o mercado continue em movimento de baixa.
  • Porém antes disso o mercado terá que vencer o suporte da linha de tendência de alta (em tracejado) e também o suporte de cinco oitavos (não mostrado).
Figura 1 – Índice Futuro (gráfico diário).  Provável área de destino.

Figura 1 – Índice Futuro (gráfico diário). Provável área de destino.

 

 

ÍNDICE FUTURO – GRÁFICO DIÁRIO (parte 2)
  • Aqui podemos perceber a retração que o mercado fez após alcançar o alvo minoritário do ABCD. Houve uma retração até a área K + PM + PQ, fato que é absolutamente normal.
  • Portanto o mercado está abaixo de PM e PQ, sendo isso um sinal de sentimento de baixa.
  • O mercado também voltou a ficar abaixo de PA (não mostrado).
  • Repare também que a 25 por 5 continua pressionando o mercado para baixo assim como foi visto na última análise do médio prazo.
  • Caso o mercado interrompa o movimento de baixa e comece a subir, um rompimento sustentado acima de 53.700 – 54.200 (área K + PM + PQ) invalidaria o cenário de baixa e mudaria o sentimento no índice futuro. O rompimento dessa região não seria normal para o desenvolvimento de um movimento de baixa.
Figura 2 – Índice Futuro (gráfico diário). Região de resistência.

Figura 2 – Índice Futuro (gráfico diário). Região de resistência.

 

 

ÍNDICE FUTURO – GRÁFICO DIÁRIO (parte 3)
  • O perigo para a continuação de um movimento de baixa seria a possibilidade do mercado vir a formar um padrão pegador de stop. Isso poderia provocar o rompimento da região discutida na Figura 2.
Figura 3 – Índice Futuro (gráfico diário). Possibilidade de formação de pegador de stop.

Figura 3 – Índice Futuro (gráfico diário). Possibilidade de formação de pegador de stop.

 

 

ÍNDICE FUTURO – GRÁFICO DE INVESTIDORES ESTRANGEIROS
  • Não há indicativo de futura movimentação do mercado através da posição estrangeira.
Figura 4 – Índice Futuro (gráfico de investidores estrangeiros).

Figura 4 – Índice Futuro (gráfico de investidores estrangeiros).

 

 

ÍNDICE FUTURO – CONCLUSÃO DO MÉDIO PRAZO
  • O movimento mais provável para o mercado na atual situação gráfica é de baixa. O próximo alvo provável é na região de 49.700 – 49.500. Essa área tende a ser suporte importante para o índice futuro caso venha a ser alcançada.
  • O rompimento sustentado acima da zona de 53.700 – 54.200 invalidaria o cenário de baixa e mudaria o sentimento do mercado.

 

 

Para saber se essa análise permanece válida na data atual consulte o nosso Quadro de Análises Válidas.

Consulte informações sobre o Índice Futuro e outros contratos futuros na página oficial da BM&FBovespa.

 

Compartilhe essa postagem:

Facebooktwitterredditlinkedinmail

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 + um =