Índice Futuro: Análise do Longo Prazo 29/06/15

ÍNDICE FUTURO – GRÁFICO MENSAL (parte 1)
  • O índice futuro permanece dentro de um canal de baixa de longo prazo. Ao mesmo tempo está dentro de um canal de alta minoritário de longo prazo (em tracejado).
  • Para que exista alguma expectativa de alta no longo prazo o mercado necessita de sair desse canal de baixa e quebrar essa sequência de topos e fundos descendentes.
  • O mercado pode estar formando um ABCD cujo alvo minoritário coincide com a borda inferior do canal de alta minoritário em 48.500. O alvo principal do ABCD é em 41.885 que por sua vez é muito próximo de S1A.
  • Repare que no mês de maio foi formado um padrão de tempestade à vista, fato que contribui para a formação desse ABCD. Também podemos ver que o mês de junho está até agora apresentando-se com pouca amplitude, sugerindo ser uma retração dentro do padrão de tempestade.
Figura 1 – Índice Futuro (gráfico mensal). Canal de baixa e possíveis alvos de Fibo.

Figura 1 – Índice Futuro (gráfico mensal). Canal de baixa e possíveis alvos de Fibo.

 

 

ÍNDICE FUTURO – GRÁFICO MENSAL (parte 2)
  • Pode haver também a formação de uma borboleta de alta com alvo de 127,2 em 40.270.
  • Esse alvo é muito próximo da linha inferior do canal de baixa.
Figura 2 – Índice Futuro (gráfico mensal). Borboleta de alta.

Figura 2 – Índice Futuro (gráfico mensal). Borboleta de alta.

 

 

ÍNDICE FUTURO – GRÁFICO SEMANAL (parte 1)
  • O mercado atingiu uma importante zona de suporte na faixa de 54.000 – 52.885 compreendida por PA, PQ e suporte de Fibo de três oitavos. Como esperado essa área segurou a movimentação de baixa do mercado.
  • O que precisamos saber agora é se o mercado vai ter força para romper abaixo dessa área de suporte ou se continuará o movimento de alta que estava realizando previamente. Ainda não temos elementos suficientes para responder a essa pergunta, pelo menos não nos gráficos de longo prazo.
Figura 3 – Índice Futuro (gráfico semanal). Importante área de suporte.

Figura 3 – Índice Futuro (gráfico semanal). Importante área de suporte.

 

 

ÍNDICE FUTURO – GRÁFICO SEMANAL (parte 2)
  • Repare que o mercado atingiu perfeitamente a área esperada de término do movimento harmônico.
  • Caso o mercado tenha intenção de baixa o movimento harmônico ainda não terminou e portanto deve continuar, sendo usualmente dobrado.
  • Caso o mercado tenha intenção de alta o movimento harmônico já se encerrou, e, sendo assim, o mercado deve atingir o topo prévio em 59.250.
Figura 4 – Índice Futuro (gráfico semanal). Movimentos harmônicos.

Figura 4 – Índice Futuro (gráfico semanal). Movimentos harmônicos.

 

 

ÍNDICE FUTURO – CONCLUSÃO DO LONGO PRAZO
  • Não há uma direção bem definida para o mercado no longo prazo.
  • Porém podemos ver que o mercado pode estar com importantes intenções baixistas com alvos mostrados nas Figuras 1 e 2. Para isso é necessário a perda consistente de 52.885 como sinal de confirmação.
  • Quanto mais tempo o mercado permanecer consistentemente acima de PA em 52.885 maiores serão as chances de um cenário de alta.
  • O rompimento de 59.250 invalidaria o cenário de baixa na atual situação gráfica.

 

 

Para saber se essa análise permanece válida na data atual consulte o nosso Quadro de Análises Válidas.

Consulte informações sobre o Índice Futuro e outros contratos futuros na página oficial da BM&FBovespa.

 

Compartilhe essa postagem:

Facebooktwitterredditlinkedinmail

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três + treze =