Índice Futuro: Análise do Médio Prazo 03/08/15

ÍNDICE FUTURO – GRÁFICO DIÁRIO (parte 1)
  • O índice futuro vem fazendo um movimento de alta conforme esperávamos na última análise do médio prazo.
  • Tal movimento deve-se ao fato do mercado ter atingido uma importante região de suporte compreendida por: alvo principal do ABCD, sobrevenda do diário, S1Q e borda inferior do canal de baixa. Além disso houve a formação de um padrão kibby que continua em execução.
  • Como o mercado alcançou o alvo do ABCD com aceleração e passou para baixo de PA e PQ (não mostrados no gráfico) é provável que a queda continue.
  • Caso o mercado realmente continue caindo teremos o próximo alvo em 48.000. Porém tal zona ainda permanece além da sobrevenda do diário.
Figura 1 – Índice Futuro (gráfico diário). Forte região de suporte.

Figura 1 – Índice Futuro (gráfico diário). Forte região de suporte.

 

 

ÍNDICE FUTURO – GRÁFICO DIÁRIO (parte 2)
  • Aqui podemos ver as principais resistências que o mercado encontrará.
  • A principal delas fica na região de 52.000 – 52.850 que compreende a área K, PA e uma linha de tendência de alta que foi perdida. Atualmente o alvo do padrão kibby, que é dinâmico e dado pela banda central do oscilador (em tracejado), também está nessa área. Conforme também dissemos na última análise do médio prazo essa zona tende a ser o provável alvo inicial do médio prazo e qualquer movimento de alta até ela será tratado como retração.
  • Um rompimento sustentado acima de 52.000 – 52.850 seria um primeiro sinal indicativo de que o mercado está ganhando força. Isso nos levaria a reavaliar a situação do índice futuro.
  • A área de 51.300 – 51.400 também pode ser resistência importante visto que nela há um nodo de Fibo juntamente com um novo PM.
  • Um rompimento sustentado acima de 54.600 indicaria que houve mudança de sentimento no mercado, passando para alta. Esse seria o ponto de invalidação do cenário de baixa que se apresenta até o presente momento.
Figura 2 – Índice Futuro (gráfico diário). Principais resistências.

Figura 2 – Índice Futuro (gráfico diário). Principais resistências.

 

 

ÍNDICE FUTURO – GRÁFICO DE INVESTIDORES ESTRANGEIROS
  • A análise desse gráfico evidencia aumento de posições vendidas pelos estrangeiros. Isso fala a favor de que o atual movimento de alta é retração e que a queda tende a cotinuar.
Figura 3 – Índice Futuro (gráfico de investidores estrangeiros).

Figura 3 – Índice Futuro (gráfico de investidores estrangeiros).

 

 

ÍNDICE FUTURO – CONCLUSÃO DO MÉDIO PRAZO
  • Conforme esperado o mercado vem fazendo um movimento de alta nos últimos dias.
  • Qualquer movimento de alta até a área de 52.000 – 52.850 será tratado como retração. Essa zona tende a ser o principal alvo para o médio prazo.
  • Existem elementos que sugerem continuação da queda após o término da retração.
  • Um rompimento sustentado acima de 52.000 – 52.850 seria um primeiro sinal indicativo de que o mercado está ganhando força.
  • Um rompimento sustentado acima de 54.600 invalidaria o cenário de baixa.

 

 

Para saber se essa análise permanece válida na data atual consulte o nosso Quadro de Análises Válidas.

Consulte informações sobre o Índice Futuro e outros contratos futuros na página oficial da BM&FBovespa.

 

Compartilhe essa postagem:

Facebooktwitterredditlinkedinmail

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

9 − cinco =