Milho Futuro: Análise do Médio Prazo 09/08/16

MILHO FUTURO – GRÁFICO DIÁRIO (parte 1)
  • O milho futuro atingiu o alvo mínimo do longo prazo em 48,65. O mercado optou por não fazer uma retração profunda antes de atingir esse alvo.
  • Agora o mercado faz uma retração profunda e atinge o primeiro suporte importante em 45,20 – 45,00 que é compreendido pela área de suporte K do diário e por PM.
  • Perceba que o mercado formou um padrão de onda alta ao atingir essa região de suporte, o que marca principalmente indecisão dos participantes. O rompimento de um dos extremos desse padrão tende a indicar o próximo movimento do mercado.
  • Caso o mercado perca essa primeira região de suporte, o próximo suporte importante fica na área de 42,75 – 42-25 que é dado pelo suporte de cinco oitavos de todo o último movimento de alta e PQ.
Figura 1 – Milho Futuro (gráfico diário).  Principais suportes.

Figura 1 – Milho Futuro (gráfico diário). Principais suportes.

 

 

MILHO FUTURO – GRÁFICO DIÁRIO (parte 2)
  • Houve a formação de um impulso adequado acima da três por três porém nenhum padrão direcional foi formado, pelo menos não estritamente falando. Vejamos: o mercado atingiu o suporte de três oitavos no sexto fechamento abaixo da três por três, o que, estritamente falando, não caracteriza a formação do pão com manteiga de alta. Porém como a mecânica de mercado do pão com manteiga está presente, poderíamos talvez considerar essa formação como um padrão “semelhante a”, o que produziria um movimento de alta.
Figura 2 – Milho Futuro (gráfico diário).  Padrão semelhante ao pão com manteiga de alta.

Figura 2 – Milho Futuro (gráfico diário). Padrão semelhante ao pão com manteiga de alta.

 

 

MILHO FUTURO – GRÁFICO DIÁRIO (parte 3)
  • Caso o mercado realmente faça um movimento de alta devido ao padrão semelhante ao pão com manteiga teremos um alvo mínimo na região de 47,00 – 47,10. Porém esse alvo deve ser visto com cautela pois trata-se de um padrão “semelhante a”, podendo não ser alcançado.
  • Teremos antes a resistência de três oitavos em 45,70.
Figura 3 – Milho Futuro (gráfico diário).  Principais resistências.

Figura 3 – Milho Futuro (gráfico diário). Principais resistências.

 

 

MILHO FUTURO – GRÁFICO DIÁRIO (parte 4)
  • Embora o mercado tenha atingido o alvo mínimo do longo prazo ainda há um próximo alvo potencialmente em aberto, conforme vimos na última análise do longo prazo. Seria o alvo de 1.272 da borboleta de baixa em 51,60.
  • No presente momento ainda é difícil dizer se esse alvo será alcançado. Necessitamos de mais movimentação do mercado para entendermos o que pode acontecer: se o mercado reverterá para baixa ou se continuará subindo até o próximo alvo do longo prazo.
Figura 4 – Milho Futuro (gráfico diário). Borboleta de baixa.

Figura 4 – Milho Futuro (gráfico diário). Borboleta de baixa.

 

 

MILHO FUTURO – GRÁFICO SEMANAL
  • Agora temos a seguinte situação: no semanal o mercado formou um padrão de estrela cadente juntamente com um padrão lavar e enxaguar. Isso sugere que um movimento de baixa deve ocorrer no médio prazo.
  • Também tivemos um padrão que lembra um engolfo de baixa e sendo assim algum movimento de alta pode ocorrer pois normalmente ocorre alguma retração após os engolfos. Ou seja, pode ser que ocorra um movimento de baixa maior após algum movimento de alta.
  • Perceba que a formação de um padrão direcional de alta (Figura 2) corrobora exatamente com isso. Porém essa potencial alta deve ser vista com cautela pois trata-se de um padrão “semelhante a”.
Figura 5 – Milho Futuro (gráfico semanal). Padrões estrela cadente e lavar e enxaguar.

Figura 5 – Milho Futuro (gráfico semanal). Padrões estrela cadente e lavar e enxaguar.

 

 

MILHO FUTURO – CONCLUSÃO DO MÉDIO PRAZO
  • O mercado atingiu o alvo mínimo do longo prazo em 48,65. Conforme as últimas análises isso era esperado.
  • Devido a formação de um padrão direcional de alta seria mais lógico dizer que o próximo movimento mais provável do mercado deve ser de alta. Porém essa potencial alta deve ser vista com cautela pois trata-se de um padrão “semelhante a”.
  • O rompimento da máxima de 08-Ago-2016 em 45,55 confirmaria intenção de alta inicial do mercado, havendo um alvo potencial em 47,00 – 47,10. Novamente, esse alvo deve ser visto com cautela pois temos um padrão “semelhante a”.
  • O rompimento da mínima de 08-Ago-2016 em 44,20 cancelaria a formação desse potencial movimento de alta e tenderia jogar o mercado para a próxima região de suporte em 42,75 – 42,25.
  • Um rompimento acima de 47,00 – 47,35 seria indicativo de que o mercado irá buscar o próximo alvo do longo prazo em 51,60.

 

 

MILHO FUTURO – VÍDEO ANÁLISE

 

 

Para saber se essa análise permanece válida na data atual consulte o nosso Quadro de Análises Válidas.

Consulte informações sobre o Milho Futuro e outros contratos futuros na página oficial da BM&FBovespa.

 

Compartilhe essa postagem:

Facebooktwittergoogle_plusredditlinkedinmail

Comments

    1. O pão com manteiga é um padrão direcional de continuação. Consiste no mercado fazer um impulso adequado acima (abaixo) da três por três e depois atingir um dos Nodos de Fibo em um período de um a três fechamentos abaixo (acima) dela.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezesseis − treze =