Café Futuro: Análise do Médio Prazo 23/05/16

CAFÉ FUTURO – GRÁFICO DIÁRIO (parte 1)
  • O café futuro praticamente atingiu o alvo que comentamos na análise anterior em na área de 162,00, não fazendo-o efetivamente apenas por alguns centavos. Essa região de 162,00 era também o alvo mínimo do longo prazo. Devido a natureza do movimento do mercado vamos considerar esse alvo como sendo totalmente atingido.
  • Infelizmente não houve nenhuma retração durante o último movimento de alta que fez o mercado alcançar o alvo mínimo que comentamos. Isso dificultou entradas para aqueles que porventura quiseram fazer entradas em posição longa. Porém o mais importante é que o alvo foi de fato alcançado.
  • O mercado também consequentemente atingiu o alvo minoritário do ABCD na zona de 161,00 juntamente com R1Q. Após ter feito isso houve um movimento de baixa muito forte e significativo em respeito a essa região. O fato dessa baixa ter sido muito significativa e ampla coloca em questionamento a possibilidade do mercado continuar subindo até o próximo alvo do ABCD. Porém, trantando-se de café futuro não ficaríamos impressionandos se a alta continuar visto que o café tem costumado fazer esses movimentos amplos e retrações profundas.
Café Futuro – Figura 1 (gráfico diário). ABCD.

Café Futuro – Figura 1 (gráfico diário). ABCD.

 

 

CAFÉ FUTURO – GRÁFICO DIÁRIO (parte 2)
  • No presente momento temos duas possibilidades:
    • A continuação da alta até o próximo alvo do ABCD da Figura 1 e consequente formação de uma borboleta de baixa.
    • A retomada do movimento de baixa que vinha acontecendo nos tempos gráficos superiores (como semanal e mensal) e consequente formação de uma borboleta de alta.
  • Não existem elementos gráficos que nos permitam responder qual das duas possibilidades possui maior chance de acontecer. Do ponto de vista estritamente técnico, a natureza do último movimento de baixa favorece a manutenção da baixa de longo prazo, porém como já falamos acima, trantando-se de café isso não deve ser levado tanto assim em conta.
  • O que pode nos dar uma pista sobre qual possibilidade tende a ocorrer é a reação do mercado a zona de suporte de 148,50 – 146,00. Essa região é compreendida pelo suporte principal de cinco oitavos e PQ. Dependendo de como o mercado reagir a essa área, isso pode nos fornecer alguma indicação sobre o que deve acontecer. Será necessário portanto monitorar o comportamento do mercado em relação a essa região.
Café Futuro – Figura 2 (gráfico diário). Região de suporte.

Café Futuro – Figura 2 (gráfico diário). Região de suporte.

 

 

CAFÉ FUTURO – CONCLUSÃO DO MÉDIO PRAZO
  • O mercado atingiu o alvo mínimo conforme esperávamos, nas proximidades da região de 162,00.
  • No presente momento existe grande de acontecer tanto a continuação da alta de médio prazo quanto a retomada do movimento de baixa que vinha acontecendo nos tempos gráficos superiores. Atualmente não existem elementos gráficos que nos indiquem qual alternativa o mercado deve seguir.
  • A reação do mercado na região de suporte de 148,50 – 146,00 pode nos ajudar a compreender qual dos dois caminhos o mercado deve percorrer. Devemos portanto estar monitorando o movimento de ação dos preços em relação a essa região.

 

 

CAFÉ FUTURO – VÍDEO ANÁLISE

 

 

Para saber se essa análise permanece válida na data atual consulte o nosso Quadro de Análises Válidas.

Consulte informações sobre o Café Futuro e outros contratos futuros na página oficial da BM&FBovespa.

 

Compartilhe essa postagem:

Facebooktwittergoogle_plusredditlinkedinmail

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 + 16 =